A Internet das Coisas, tradução de Internet of Things (IoT), se refere a tecnologia que possui o objetivo de conectar coisas do nosso dia-a-dia com a internet. Hoje podemos encontrar diversos objetos e utensílios domésticos já conectados à rede mundial de computadores. Televisões, tênis, fechaduras de portas, máquinas de produção e até meio de transportes são alguns dos exemplos.

Como surgiu?

A Internet das Coisas surgiu através de um trabalho elaborado pelo Instituto de Tecnologia de Massachussets. Foi realizado através do uso de identificação de rádio frequência e da tecnologia Wireless. O tecnólogo britânico Kevin Ashton foi o pioneiro nessa tecnologia após conceder um sistema de omnipresentes conectando o mundo físico à Internet.

O principal objetivo da criação dessa tecnologia é facilitar o dia-a-dia e dar mais segurança para as pessoas. Com a limitação de tempo que está cada vez mais constante, os usuários começarão a se conectar à internet para resolver algum problema. Para Ashton, essa tecnologia será possível coletar dados de nosso corpo com muito mais precisão. Ele afirma também que a Internet da Coisas poderá ocorrer uma grande economia de dados e de recursos naturais. Além disso, especialistas acreditam também que é uma grande evolução para o mundo online de hoje.

Onde a Internet das Coisas está presente?

A “Internet das Coisas” já está presente em sistemas de linha de produção de algumas fábricas. Também está presente em elevadores, tênis e óculos. Um exemplo é o Google Glass, óculos de realidade virtual  que possui interação com diversos conteúdos em realidade aumentada.

O Google Glass é um exemplo de Internet das Coisas

Já existem projetos que poderá revolucionar o conceito de dirigir. A Ford, junto com a Intel, possui um projeto que fará com que aumente a segurança do veículo. O sistema consiste em um reconhecimento facial que dará sugestões de músicas, mostrará as condições de trânsito e até tirará foto caso o sistema não reconheça o rosto do motorista.

Caso o sistema não reconheça o rosto de quem está dirigindo, o aplicativo instantaneamente enviará as informações para o celular do proprietário e não deixará ligar o veículo.

Sistema da Ford garantirá maior agilidade e segurança aos usuários. Clique na imagem para ampliar (Fonte da imagem: Ford)

A Thyssenkrupp, junto com a Microsoft, já desenvolveu um sistema para monitorar elevadores. O objetivo é prestar assistência em tempo real e evitar possíveis acidentes com os elevadores da marca. Essa iniciativa resulta em uma maior segurança para quem está usando um elevador, pois terá maiores informações sobre a manutenção de seus equipamentos.

No Brasil existem algumas indústrias que já possuem essa tecnologia nas máquinas de produção. Elas coletam informações sobre o que está acontecendo com as máquinas. Além disso, o operador abre uma ordem de serviço do seu local de trabalho de maneira simples e ágil, usando apenas um Smartphone, Tablet ou um computador.

Esses são apenas alguns exemplos de coisas que já estão conectados à internet. Para especialistas esse número tende a crescer. Algumas empresas de tecnologia já estão apostando e estão recrutando parceiros que possuam ideias e projetos para conectar alguma coisa na internet. A Microsoft é um exemplo delas.

Fonte: TechTudo | Microsoft | Exame | Info Wester | Wikipedia | Ford



Share This
WhatsApp chat Chame no WhatsApp